"Porque nos sonhos entramos num mundo inteiramente nosso.Deixe que mergulhe no mais profundo oceano,ou flutue na mais alta nuvem."
incendeie: Muito lindo seu cantinho <3 Parabéns de coração ! +ff

muito obrigada *-*

live-for-you-baby: Oi, eu amo você u.u tchau ;*

o meu amorrr, eu te amo s2

Talvez seja mais como disseste há bocadinho, que todos temos fendas. Como se todos nós começássemos por ser um pequeno barco. Depois vão-nos acontecendo coisas: Pessoas abandonam-nos, ou não nos amam, ou não nos percebem, ou nós não as percebemos a elas, e perdemos, falhamos ou magoamo-nos uns aos outros. E o barco vai abrindo pequenas fendas. E, sim, quando o barco abre fendas, o fim torna-se inevitável. Mas há imenso tempo entre o o momento em que as fendas começam a aparecer e o momento em que finalmente nos afundamos. E é só durante esse tempo que podemos ver-nos uns aos outros, porque conseguimos ver parar fora de nós mesmos através dessas fendas e para dentro dos outros através das fendas deles. Quando é que finalmente vimos um ao outro, cara na cara? Só quando viste as minhas fendas e eu vi as tuas. Antes disso, limitamo-nos a ver ideias um do outro, era como olhar para os teus estores mas nunca ver para o interior. Mas, quando se abrem fendas no barco, a luz consegue entrar. A luz consegue sair.”
John Green.   
A gente cuida, mas nem sempre recebe cuidados.”
Romulo Assis.   
Você perdeu ela, cara! Perdeu uma garota incrível, por uma que nem sabe se vale tanto a pena. Há fez sofrer, indo dormir todas as noites chorando por você. Ela fazia tudo para lhe arrancar um sorriso e você nunca retribuiu como realmente deveria. Pegava suas dores, te ligava todos os dias para dizer que te amava, pra saber se você estava bem, ouvia seus problemas. Fazia planos para o futuro contigo. Gostava de te contar sobre o dia dela, sem menos que você perguntasse. Ela se pegava sorrindo lembrando dos momentos contigo. Lembrava daquela música que vocês cantavam juntos, das caras e bocas que vocês faziam quando tiravam fotos juntos, de quando te dizia “eu te amo” sendo que o assunto não tinha nada haver, lhe acolhia nos braços. Ela cuidava de você, se preocupava contigo, te dava toda atenção do mundo. Ela se importava com você! Gostava de te ver bem, feliz, sorrindo. Gostava quando você a chamava de “princesa”. Achava incrível o jeito que a fazia sorrir com apenas um gesto ou palavra. Ela adorava te xingar quando você a irritava. Fazia birra, mas logo sorria. Ela te amava de verdade, até mais que as outras. O mundo dela era você. Nada mais importava pra ela se tivesse você por perto. Ela realmente era sua.
Você a perdeu, cara. Tereza Vitória   
Cuida dela, ela precisa de você, a faça sorrir com besteiras, a faça uma surpresa. Liga pra ela, diga que a ama, ela vai gostar de ouvir tua voz, pergunta se ela está bem. Faça tudo para deixa-la feliz. Não a deixe escapar, não deixe ela ir embora por um deslize seu.
Tereza Vitória     
O rádio toca canções de amor enquanto o telefone permanece mudo e as paredes seguem paradas e estáticas, e a cerveja é tudo o que há.”
Bukowski, Cerveja em O amor é um cão dos diabos    
E eu te amo assim mesmo Sid, todo mal-humorado, todo king kong, todo “tô nem aí”. E eu amo o dom que eu tenho de fazer você me tratar diferente de todo mundo, de fazer você sair um pouco dessa casca grossa e mostrar que a única pessoa que te desmonta inteiro sou eu.”
Cat and Sid 
Imagina só, se eu me preocupasse com o que toda essa gente pensa? Se ligasse para os olhares tortos na minha direção? Se me importasse com os sorrisos irônicos a minha volta? Imagina, só imagina mesmo. Porque não vai sair da sua imaginação. Eu não me importo com nada disso, muito menos com o que você vá imaginar.”
Allax Garcia.   
Não importa quanto vá durar – é infinito agora.”
Caio Fernando Abreu.     
E o amor? Você me pergunta. O amor, ah, sei lá. O amor nem dá pra definir direito. Acho que é um desejo de abraçar forte o outro, com tudo o que ele traz: passado, sonhos, projetos, manias, defeitos, cheiros, gostos. Amor é querer pensar no que vem depois, ficar sonhando com essa coisa que a gente chama de futuro, vida a dois. Acho que amor é não saber direito o que ele é, mas sentir tudo o que ele traz. É você pensar em desistir e desistir de ter pensado em desistir ao olhar pra cara da pessoa, ao sentir a paz que só aquela presença traz. É nos melhores e piores momentos da sua vida pensar preciso-contar-isso-pra-ele. É não querer mais ninguém pra dividir as contas e somar os sonhos. É querer proteger o outro de qualquer mal. É ter vontade de dormir abraçado e acordar junto. É sentir que vale a pena, porque o amor não é só festa, ele também é enterro. Precisamos enterrar nosso orgulho, prepotência, ciúme, egoísmo, nossas falhas, desajustes, nosso descompasso. O amor não é sempre entendimento, mas a busca dele. Acho que o amor não é o caminho mais fácil, pois mais fácil seria dizer a-gente-não-se-entende-a-gente-não-combina-tchau-tchau. O amor é uma tentativa eterna. E se você topar entrar nessa saiba que o amor encontrou você. Seja gentil, convide-o para entrar.”
Clarissa Corrêa.    
Você é a pessoa que todo alguém queria ter ao lado. Você é uma mistura de felicidade e encantação. Você é vento no rosto da beira da praia. Você é poesia bagunçada, mas que toca e emociona. Você é noite de luau. Você é esconderijo no claro. Você é arrepio. Corpo quente no frio. Água no deserto. Vem, chega mais perto. Você é tudo, e quando não for, calma, eu faço você ser.”
John Green.     
Se for para amar, ame por completo, por tudo, por mais intenso possível. Se for para se declarar, não diga meias palavras, meios termos, não economize elogios. Se for para sorrir, sorria por completo, com cara, coração e alma, não apenas com os músculos faciais.”
Reciteis.
Lúcidos ou não, estamos todos atrás daquilo que nos pertence, e que todo dia nos escapa um pouco: nossas próprias vidas. Cada um de nós acha mais ou menos que sabe onde ela fica, e é pra lá que vamos sem pensar muito.”
Gabito Nunes. 
Doce é viver nos olhos dela.”
Banda do Mar